Friday, January 26, 2007

Todas as idéias são boas. Geniais. Fantásticas. O que estraga tudo são as pessoas. As que acreditam nelas. Esse tipo de gente que atormenta a idéia até virar. Aí, a idéia vira. Na maioria dos casos, lixo estéril. Em outros, só um projeto fracassado. Muito, muito raramente algo que conserva uma pequena fagulha criativa, uma mínima sombra de idéia. Infelizmente, idéias inocentes são sacrificadas no processo. E isso é triste. Você já viu uma idéia morrer? Não é uma cena bonita, definitivamente. Ela se agarra nos cantos do cérebro, arranha o ego, arranca pedaços da auto-estima, esperneia por toda caixa craniana e agoniza ali, bem diante dos olhos. Muita gente fica traumatizada e nunca mais acredita em idéias. Outros se acostumam. Com tempo, param de sentir qualquer tipo de piedade. Sacrificam idéias às centenas, aos milhares. Concebem e cutucam as coitadas até se satisfazerem com a costela de uma ou outra. Essa gente se alimenta disso. Disso, e das poucas idéias que se adaptam fora do conforto de um pensamento. Essas estranhas criaturas que sobrevivem ao mundo que não é ideal. Mas existe.

2 comments:

t. said...

as idéias são o nosso produto, ou somos produto das nossas idéias?

p said...

isso. e vice-versa.